Tudo sobre a gripe!

A gripe é uma doença respiratória aguda e sua transmissão ocorre de pessoa a pessoa, principalmente por meio de tosse, espirro ou contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas.

A Gripe H1N1 é uma doença causada pelo vírus Influenza A H1N1, uma mutação do vírus da gripe, porém mais forte do que aquele que nós estamos acostumados. Essa gripe é transmitida da mesma maneira que a gripe comum, mas os seus sintomas são mais fortes, repentinos e, se não tratados logo no início, podem levar a pessoa ao óbito.

Os sintomas das duas doenças são semelhantes. Isso porque a H1N1 é uma mutação do vírus da gripe.

Os principais sintomas são:

A maioria dos brasileiros pode tomar a vacina que protege contra a gripe. Porém, como não há imunizantes disponíveis para toda a população, o governo define alguns públicos que são mais suscetíveis à doença, correm um risco maior de sofrer complicações após a infecção inicial ou têm contato diário com várias pessoas e, assim, transmitiriam o vírus para muita gente. São eles os que recebem gratuitamente a vacinação durante a campanha:

  • Crianças de 6 meses a 5 anos;
  • Gestantes;
  • Mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias;
  • Pessoas com mais de 60 anos;
  • Profissionais da saúde;
  • Professores da rede pública e particular;
  • População indígena;
  • Portadores de doenças crônicas, como diabetes, asma e artrite reumatoide;
  • Indivíduos imunossuprimidos, como pacientes com câncer que fazem quimioterapia e radioterapia;
  • Portadores de trissomias, como as síndromes de Down e de Klinefelter;
  • Pessoas privadas de liberdade;
  • Adolescentes internados em instituições socioeducativas, como a Fundação Casa.

Se você estiver com gripe, normalmente será possível tratar-se eficazmente em casa.

Se este for o caso, você deverá:

  • Descansar;
  • Manter-se aquecido;
  • Beber muita água para evitar a desidratação.

Se não se sentir bem e estiver com febre, medicamentos com o princípio ativo, paracetamol ou medicamentos anti-inflamatórios, como o ibuprofeno, ajudam a reduzir a sua alta temperatura e também aliviar as dores.

Se você estiver em um grupo “de alto risco” e são mais propensos a sofrer complicações da gripe, o seu médico pode prescrever medicação antiviral.

Antivirais não irão curar a gripe, mas eles vão ajudar a:

  • Reduzir o período de tempo que está doente em cerca de um dia;
  • Aliviar alguns dos sintomas;
  • Reduzir o potencial para complicações mais graves.

Os antibióticos não são prescritos para a gripe, pois antibióticos são indicados para tratar doenças causadas por bactérias. Como a gripe é causada por um vírus, antibióticos não têm efeito sobre eles. No entanto, ocasionalmente, pode ser necessário tomar para tratar as complicações da gripe, infecções pulmonares especialmente graves ou pneumonia.

Dicas de prevenção:

  • Evite o contato muito próximo com alguém infectado;
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas e copos;
  • Lave as mãos sempre com água e sabão e evite colocá-las no rosto e, principalmente, na região da
    boca;
  • Se não puder lavar as mãos, carregue na bolsa um frasco de álcool em gel para esterilizá-las;
  • Se achar necessário, use máscaras de proteção para não ficar em contato com gotículas contaminadas que estejam no ar;
  •  Evite frequentar lugares fechados e com muitas pessoas;
  • Beba bastante água, para que não haja acúmulo de secreção;
  • Mantenha hábitos saudáveis;
  • Vacine-se.

Fontes:
https://saude.abril.com.br/medicina/vacina-gripe- quem-deve- tomar/
http://portalms.saude.gov.br/saude-de- a-z/influenza
https://minutosaudavel.com.br/tudo-sobre- gripe-causas- sintomas-tratamento- remedios-prevencao- e-mais/